Conexão Digital
26/08/2020
E-commerce e pandemia: como aproveitar esse período para vender on-line

Isolamento social, desenvolvimento digital: desde que as medidas de contenção à disseminação do novo Coronavírus foram estabelecidas no Brasil o e-commerce cresceu de maneira exponencial. 

Segundo dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) desde o início da pandemia no Brasil, mais de 130 mil lojas digitais foram abertas, superando a média mensal anterior a esse período, que era de aproximadamente 10 mil lojas por mês.

Um estudo da ABComm em parceria com a Konduto, revela que os setores mais beneficiados com esse crescimento foram os de produtos alimentícios, com crescimento de mais de 400% entre os meses de março e junho, de artigos esportivos, com aumento de aproximadamente 220% no mesmo período, e logo em seguida o setor de moda, com acréscimo  de 160%.

Portanto, se você tem a intenção de abrir o seu próprio negócio on-line, ou consolidar sua loja física também nos canais digitais, definitivamente, esse é o momento.

Quero ter um e-commerce. Por onde começar?

Essa é uma pergunta que muitos empreendedores se fazem ao iniciar o seu projeto de e-commerce, afinal, são vários fatores envolvidos na criação de uma loja virtual: logística, estoque, webesign, marketing digital, site, branding… Mas calma, a gente vai te ajudar nessa questão!

Se você já tem um comércio, com nome, marca, nicho bem definido e experiência no segmento, é preciso tomar as decisões certas para expandir a sua loja do ambiente físico, também para o ambiente digital. 

Nesse caso, planejamento é fundamental para manter a excelência do seu negócio on-line. Comece definindo qual a plataforma será utilizada para fazer a venda on-line, desenvolva o site ou market-place reforçando a identidade visual da sua marca. Defina quais produtos serão comercializados de forma on-line, quais são as formas de pagamento disponíveis, por quais canais o contato com seus cliente será feito e também a logística de entrega. 

Depois disso, com sua plataforma digital pronta e o processo de venda definido, não poupe esforços para divulgar esse nova forma de compra nas suas redes sociais, invista em inbound marketing e atraia novos clientes para o seu e-commerce!

Muitos empreendedores acabam dando pouca importância e não fazem a previsão de investimentos em marketing digital. Saiba que este item é muito importante pois já se foi o tempo em que bastava lançar um site e obter algum retorno.

Com o mercado digital aquecido, muitas lojas virtuais competem pelo mesmo público e o investimento em estratégias de marketing digital em redes sociais, Google e sites parceiros, além de digital influencers é vital para o sucesso de todos os projetos de e-commerce. 

Mas se você ainda não tem um empreendimento físico, e quer explorar os canais digitais através do e-commerce, presta atenção nessas dicas!

Primeiramente, você precisa definir seu negócio: que produtos/serviços você pretende oferecer, qual o segmento e abrangência do seu e-commerce, qual é o público-alvo e persona da sua marca, sua identidade visual e design, além das questões de logística, compra e venda do produto e entrega para o consumidor final.

A partir da definição desses pilares de construção do negócio, você pode se encaminhar para criação dos canais digitais da sua marca, site ou marketplace no qual a venda será realizada e principais redes sociais na qual você divulgará seus produtos ou serviços. 

Marketplace ou site? Qual a melhor plataforma?

Aqui no blog da EquipeDigital.com já demos algumas dicas sobre qual é o site ideal para o seu negócio. Mas para você que está em dúvida sobre qual a melhor plataforma para iniciar seu e-commerce, fique atento as nossas sugestões!

Tanto o marketplace quanto o site de e-commerce próprio são boas plataformas para comercializar seus produtos ou serviços, a escolha entre elas depende das características do seu negócio

O marketplace, como o próprio nome diz, é um “local de compra”, ou seja, essas plataformas funcionam como um shopping virtual, no qual são exibidos produtos de diversas marcas e fornecedores diferentes, sendo que o consumidor pode optar por qual preferir.

Já o site e-commerce, opera como uma plataforma exclusiva da sua marca, com a sua própria identidade, forma de pagamento e contato com seus clientes, na qual você pode além de propriamente vender seus produtos ou serviços, explorar o relacionamento com sua persona, produzir conteúdo para atraí-la e fidelizá-la, além de personalizar a sua experiência de compra.

E aí? Gostou das nossas dicas?

Agora ficou fácil saber como aproveitar o crescimento do mercado digital ocasionado pela pandemia do novo Coronavírus para abrir seu próprio negócio, né?

Mas não se esqueça: um empreendimento virtual não sobrevive sem uma boa estratégia de Marketing Digital! E de Marketing Digital, a gente entende.

Entre em contato com a EquipeDigital.com

Com mais de duas décadas de experiência em criação e gestão global e campanhas de marketing digital, nossa equipe já criou e administra diversos blogs corporativos alcançando resultados contínuos para os nossos clientes.

Entre em contato pelo formulário ou ligue para (48)3233-0606. Estamos esperando por você!