Conexão Digital
23/10/2017
O que VIMOS e SENTIMOS no RD Summit 2017 em Florianópolis

O RD Summit de 2017 aconteceu entre os dias 18 e 20 de outubro no Centro de Convenções Centro Sul em Florianópolis, Santa Catarina.

Foi um evento gigante, com mais de 150 palestrantes e que reuniu 8 mil participantes de toda a América Latina. Trouxe influenciadores, pensadores e players do segmento para uma plateia ávida por conhecimento.

Resumiremos aqui algumas das lições mais importantes que tivemos acesso, até porque é impossível comparecer a todas as palestras, pois muitas ocorrem simultaneamente.

Em termos de receptividade, o Summit também é um evento ímpar, pois apresenta várias possibilidades de participação, fornece frutas frescas e café a vontade para todos os participantes, food park com mais de 3 mil metros quadrados e ao final de a cada dia repleto de aprendizado, ainda temos o open bar com chopp para todos com shows que são interessantes e excêntricos.

 

Confira abaixo algumas dicas valiosas que coletamos no evento:

Jacco Vanderkooij

Veja abaixo a foto de Jacco no RD Summit 2017.

Jacco Vanderkooij no RD Summit 2017 em Florianópolis

Jacco, fundador da Winning By Design, tocou em alguns pontos simples mas que fazem toda a diferença para quem realmente quer trabalhar com Marketing Digital. Ressaltando a importância de se focar na dor do público, mostrar interesse antes de jogar informação, além de trocar informações com quem interage com as marcas, item vital quando se trabalha com redes sociais.

Diagnosticar a dor do consumidor é a tarefa crucial e vital para o sucesso de qualquer estratégia de marketing digital segundo Jacco.

 

Ann Handley

Ann é Chief Content Officer da Marketing Profs, empresa de treinamento e educação que tem mais de 600 mil profissionais de marketing como membros.

Propósito: este é o termo que resume a palestra de Ann. Determinar como um produto cabe na vida das pessoas determina se ele terá resultado e sucesso.

Você já pensou como o seu produto/serviço cabe na vida do público com o qual você se comunica?

Na economia da colaboração, do compartilhamento, das causas sociais, o cliente tem que se sentir parte de algo. Somos seres gregários e isso nos faz querer fazer parte de algum causa, de algum grupo e ter alguma direção.

Em um mundo onde cada vez menos há relação das pessoas
com religiões e doutrinas, o público busca intuitivamente
nas marcas uma sensação de propósito.

Não é a toda que tantas pessoas cultuam personagens do cinema, TV e YouTubers, pois se familiariza com o que estas dizem, como agem e representam. Fazer parte de algo é buscar que o público tenha empatia com o produto ou serviço que está sendo oferecido, seja com anúncios com estratégias de outbound marketing ou publicações e relação com inbound marketing.

Ann mostrou a todos os participantes que um produto pode determinar se há um grupo comum entre os consumidores. Tenho certeza de que muitos ali presentes devem ter pensado “vou procurar explorar isso de alguma forma”.

Pra mim, este é o propósito principal de eventos como o RD Summit. Trazer insights para o nosso trabalho cotidiano e, inclusive, um propósito para o nosso próprio trabalho. Os clientes da EquipeDigital.com já estão se beneficiando de algumas novas ideias e insights captados no evento.

 

Mikkel Svane

Mikkel é um dos fundadores da Zendesk, uma das maiores plataformas de Customer Service do mundo.

Ele trouxe ao público que esta é a era do empoderamento do consumidor, onde empresas e a comunicação do produto deve ser amplamente responsiva e transparente, dando a possibilidade ao consumidor para que ele possa ter um engajamento proativo na defesa da marca.

Ligando esta palestra a de Ann Handley, dá pra ter ideia de que o poder está nas mãos do consumidor e isso deve ser explorado, pensando sempre que possível em um propósito para as marcas e a comunicação delas.

 

Leandro Martinez

Lições muito importantes sobre campanhas de Google Adwords foram repassadas por Leandro para quem gerencia ou apenas quer anunciar na Internet e Google Adwords.

De forma muito didática e rápida, ele focou sua palestra no que todos consideram como pilares das campanhas de Adwords, quando na verdade são grandes mitos.

1ª posição na lista de anúncios: embora seja muito bom estar na primeira posição dos anúncios na pesquisa no Google, muitas vezes isso pode aumentar muito a necessidade de investimentos por parte do cliente, jogando o Preço Por Clique (CPC) lá no alto.

Ele sugere que a segunda ou terceira posições possam obter igual ou a mesma importância, gastando menos, o que reduz o Return On Investiment (ROI) para o cliente. A primeira posição sai muito cara para que os clientes façam questão de estar presentes nela. Quanto menor o ROI, mais eficiente e menos onerosa para o cliente é a campanha que gerenciamos.

Número de palavras-chave. Grande mito a ser derrubado! Mais valem 5 palavras-chave bem estruturadas do que 40 soltas e desconexas.

Investir mais não gera maior resultado na mesma proporção. Nem sempre investir duas vezes mais dará um retorno duplicado. Sazonalidade, concorrência e muitos outros itens determinam o retorno que se pode atingir. Testar e avaliar, este é o caminho.

Campanhas de Google Adwords não ajudam na pesquisa orgânica. Cheguei a pensar em perguntar se havia alguma relação direta pois o tráfego dos sites aumenta com os anúncios do Adwords e isso pode ajudar na pesquisa orgânica, mas acredito na experiência do Leandro.

Palavras-chave importantes não precisam ser utilizadas nos anúncios. Passei anos considerando essa estratégia válida, mas pelos argumentos do Leandro realmente parece que não há relação direta entre estes itens.

Leandro realmente mostrou que sabe bem do que está falando e desmitificou vários dos itens que são considerados por muitos como importantes nas campanhas de outbound marketing do Google Adwords.

Mas a grande descoberta desta palestra foi algo novo na plataforma do Google que nós da EquipeDigital.com não conhecíamos. Podemos agora fazer algo similar ao “lookalike” dos públicos das campanhas do Facebook dentro do Google Adwords. Assim podemos considerar um público e solicitar ao Google que nos mostre um público semelhante que têm o mesmo comportamento, gostos e segmentação do público inicial.

 

Débora Brauhardt

Débora faz parte do time da Resultados Digitais. Ela mostrou um mapa de empatia que deixa mais claro a importância que devemos dar ao ato de nos colocarmos no lugar do público que queremos atingir. Para conhecer mais o público, Débora sugere que se considerem alguns itens:

- Fazer mapa de empatia da persona a ser atingida;
- Analisar os reviews (avaliações no Facebook e Google Meu Negócio) dos concorrentes;
- Avaliar os comentários em posts dos concorrentes e os seus próprios.

Extraímos dois pontos importantes da palestra de Débora, de que inbound marketing é ser útil e de se colocar no lugar do público para se obter sucesso.

 

Interney

Edney Souza ou apenas Interney, é figura conhecida da Internet brasileira. Ele trouxe alguns pontos importantes para ficarmos ligados:

Chatbots sendo utilizados em massa para atendimento, interação e resolução de problemas. Vimos pelo menos dois expositores oferecendo estes recursos aos participantes do RD Summit, mostrando cases já existentes. Seja para atendimento em redes sociais, sites ou até mesmo telefonia, os chatbots vieram para ficar e vão agilizar o atendimento em muitas empresas.

Interney no RD Summit 2017 em Florianópolis

Micro-influenciadores digitais locais serão explorados cada vez mais, dando poderes de mídia a novas figuras regionais sem ter a necessidade de grandes investimentos para micro, pequenas e médias empresas.

A Internet das Coisas (IoT) ainda está engatinhando segundo Interney, mas tomará nossas vidas de solavanco em poucos anos. Como profissionais de marketing e publicidade, devemos antever pois muitas novas mídias poderão surgir neste campo.

 

Ana Tex

Ana Tex é bastante presente no meio do social media e marketing digital. Auxiliou inúmeros pequenos empresários a alavancar suas vendas e todos os seus cases são baseados neste segmento. Um dos itens que ela destacou em sua palestra é que “a Internet é nicho”.

Ela mostrou alguns cases de sucesso que surpreendem, como uma empresa de móveis sob medida que aumentou substancialmente suas vendas com estratégias de atendimento via redes sociais e WhatsApp.

Pequenas ações que demandam pouco investimento podem trazer um benefício grande para micro e pequenos empresários.

 

Camila Porto

Camila Porto

Na EquipeDigital.com gostamos muito dos vídeos, livros e artigos da Camila, pois ela aborda de maneira simples alguns recursos para estratégias interessantes de campanhas de marketing digital.

Na palestra, ela mostrou como o conteúdo é importante para uma estratégia de longo prazo em redes sociais. Investir em vídeo anúncios foi destaque, pois o custo por visualização de vídeos tem diminuído muito no decorrer do tempo.

As pessoas dão mais atenção a vídeos interessantes do que a imagens simples e a própria Camila tem explorado muito anúncios em vídeo no stories, do Instagram.

Fica a sugestão de leitura para o livro de Camila Porto “Facebook Marketing”.

 

Rafael Terra

Rafael Terra é CEO da Fabulosa Ideia, a primeira agência de Social Media e RP Digital do sul do país.

Gatilhos de urgência: é algo que me surpreendeu na palestra do Rafael. Devemos ficar atentos a este recurso que faz com que o consumidor entre em contato ou não a partir de um anúncio ou publicação.

Mensagens diretas com descontos pelo Instagram, usar CAIXA ALTA em trechos de anúncios para destacar itens, frete grátis e anúncios em redes sociais menos visadas como o Pinterest podem trazer grandes resultados.

Rafael também destacou como é importante prestar atenção em fãs que se engajam muito com as publicações e anúncios. Acessar os seus perfis de redes sociais, analisar as suas preferências e prioridades podem gerar ponderações importantes para novas ações.

Conteúdo, Estratégia, Qualidade e Consistência, estes são os pilares apresentados por Rafael para campanhas de marketing digital.

 

Vitor Peçanha

Peçanha é co-fundador da Rock Content, maior empresa de marketing de conteúdo do país.

Vitor Peçanha no RD Summit 2017 em Florianópolis

A palestra do Peçanha foi a mais interessante do Summit em relação a novos recursos de Search Engine Optimization (SEO) em sites, landing pages e blogs. Abaixo seguem alguns itens ressaltados por Peçanha que destacamos para você:

Pesquisa de palavras-chave: antes da redação de um artigo, Peçanha indica a avaliação de palavras-chave (keywords) no keyword planner do Google Adwords e do autocompletamento de termos da busca do Google a fim de encontrar palavras importantes para a futura pesquisa do público.

Os termos abaixo, além dos que encontrei no Keywords Planner do Adwords, certamente foram utilizados neste artigo.

Exemplo de pesquisa no Google por RD Summit

Google Trends ainda é um grande oráculo para quem quer trabalhar com conteúdo em grandes artigos e posts para os mais variados temas.

Título do artigo / notícia: no máximo 60 caracteres é um limite a ser seguido. Por mais que pareça difícil, realmente é importante para manter a objetividade e síntese no que se está querendo comunicar.

Meta description da página do artigo ou notícia: é importante configurar a descrição da página para que o Google possa mostrar ao futuro leitor uma descrição que encante e o convide ao clique.

Veja abaixo um exemplo de um de nossos posts “Dicas e segredos para configurar o Google Meu Negócio da sua empresa”.

Dicas e segredos para configurar o Google Meu Negócio da sua empresa

10 versões de títulos: Segundo Peçanha, a décima ou, pelo menos, a oitava versão de título de notícia sempre será melhor do que a primeira ou a segunda. Ele sugere que se faça pelo menos dez versões para que se escolha a melhor.

Acordar: fazer o leitor acordar no meio da leitura com termos importantes para prometer algo (você vai resolver...), prever (com esta informação você resolverá....) e principalmente o bucket brigade (como assim? Parece loucura! Quer Saber a melhor parte?).

Com estes recursos o leitor dá encaminhamento à leitura, fica mais tempo no site, gosta mais do conteúdo e isso tudo é excelente para que ele indique, lembre, compartilhe e, quem sabe, faça negócio com a empresa.

Ser útil para o leitor é estar mais próximo do sucesso em vendas.

 

Escaneabilidade: Peçanha ressalta a importância da escaneabilidade da leitura. O leitor passa a barra de rolagem e se sente tranquilo pois o conteúdo é itemizado, com parágrafos menores, com ilustrações intercaladas e intertítulos. Em termos de textos para Internet, nada do estilo Saramago!

Link building: nem sempre lembrado, mas tão importante quanto a redação do texto, o link building pode trazer uma ótima indexação para o site ou landing page, buscando links de referências em outros sites e páginas da Internet que tratam do mesmo tema.

 

Romero Rodriguez

Romero Rodrigues no RD Summit 2017 em Florianópolis

Romero mostrou tudo sobre a sua história desde o Buscapé até a Redpoint Eventures. Totalmente inspiradora a participação dele, pois é uma trajetória incrível e bastante inspiradora, sobretudo para quem como eu, viveu a Internet profissionalmente na década de 1990.

Participando do início da Internet no Brasil, Romero viu vários de seus contemporâneos terem excelentes ideias incríveis mas não as colocar em prática. O que eu mais destacaria da participação de Romero no RD Summit 2017 foi a sua frase:

“ideia não é de quem tem, é de quem faz”.

 

Marcos Piangers

O Piangers é daqueles caras que todos que o conheceram sabiam que ele iria longe.

Marcos Piangers no RD Summit 2017 em Florianópolis

Desde sua graduação em Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), passando pela apresentação de programas juvenis na TV e Rádio regionais até o lançamento de seu Best Seller “Papai é Pop”, sua trajetória é bastante inspiradora.

De sua palestra “Uma espiada no futuro”, a última do RD Summmit 2017, além de grande conteúdo inspirador, ressalto a importância que ele deu para que todos os profissionais de marketing digital, vendas e principalmente empresários fiquem atentos às mudanças que estão ocorrendo nos últimos anos na economia global.

Piangers foi claro quanto ao que motiva as empresas a criarem novos produtos inovadores que transformam o mundo em que vivemos: conveniência para os usuários e preço. Uber x Taxis, Napster x CDs, Netflix x TV por assinatura, tudo se transforma neste intuito e de forma rápida.

Devemos ficar atentos a estas mudanças para que não nos transformemos em uma KODAK, empresa que não anteviu as máquinas digitais e foi a bancarrota.

O willful blindness, cegueira involuntária que acomete as pessoas e empresas que não desejam que o mundo mude, faz com que novas e disruptivas ideias e produtos transformem o mundo assustadoramente nas mãos de novos e incríveis líderes e empresas.

A mensagem geral do RD Summit 2017 é:

“fique atento a tudo que está a sua volta e não deixe
de aproveitar a onda do marketing digital e recursos
contemporâneos para inovar e trazer crescimento
para sua empresa, sua equipe e seus clientes!”.

 

 

Está a procura de novos recursos para alavancar as vendas e interação de sua empresa com o seu público?

Entre em contato com a EquipeDigital.com para conhecermos melhor a sua empresa e buscarmos uma solução para a sua empresa.

 

 Vicenzo BertiVicenzo Berti é sócio da EquipeDigital.com e trabalha com internet desde o milênio passado. Já trabalhou com vários projetos digitais no Brasil, em Portugal, Canadá, outros estados brasileiros e principalmente em Florianópolis/SC, onde reside.